sábado, 14 de março de 2015


Professor

Professor é quem professa
Quem professa algum conhecimento
Professa o que exatamente?

Pensa poder ser da política independente
Acredita na igualdade de oportunidades
Imagina a escola neutra
Falta-lhe consciência da sua função social
Professa para quem, afinal?

Na sua ignorância não percebe
O porquê dos conteúdos que leciona
O Currículo pronto que sem questionar segue
A ideologia do poder dominante
Que seu tempo é controlado por um relógio
Que o que ensina nem sempre é importante

Na sua ofuscada visão não percebe
Que deve sair das quatro paredes frias
Que fora da sala de aula há canto de pássaros
Sombras de verdes arvoredos respirando vida
Aluno não significa propriamente o sem luz
Que o ser é completo num sistema fragmentado
Que a criança sem imaginação é vítima da televisão

Na sua prática cotidiana não percebe
O que é fundamental nas relações humanas
Que política é essencial na vida em sociedade
Que o educando não é tábua rasa
Que precisa ouvir e acreditar mais

E assim poder reverter este triste fato

Por aí, quem sabe, se conquista a liberdade...

 
Poema de João Crispim Victorio.
Extraído do livro: Sobre o Trabalho que Falo...
19 de fevereiro de 2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E.M. Medalhista Diego Hipólito Conversando Sobre Índio Poesias Indígenas na Escola Trabalho realizado com alunos do 9º Ano  ...