domingo, 5 de julho de 2015


Trabalhador do Brasil

Acorda cedo
Ainda é madrugada
Prepara-se para mais um dia de batalha
Toma um simples cafezinho
E mais nada...
 
Faz o sinal da cruz
Em busca de proteção
Pega o ônibus
Sempre fora do horário
Até a estação...

Pensa naquela
Que é dona do seu coração
Embarca num trem lotado
Chega outra vez atrasado
Ganha a bronca que já está acostumado...

Igual a este
Meu senhor
Ninguém nunca viu
Este é o trabalhador do nosso Brasil...

Trabalha oito horas por dia
Nos finais de semana faz “bico” na padaria
Tenta, mas não consegue fazer economia...

Aos trancos e barrancos
Cheio de dívidas no banco
Chega ao fim do ano...

Bebido lembra-se do menino Deus
É natal!

Quatro dias fica em coma
É carnaval!


Poema de João Crispim Victorio
Extraído do livro: Sobre o Trabalho que Falo...
05 de Julho de 2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Processo de Formação de Professores  e o Ensino de Química João Crispim Victorio [i]        Tomando por base a existência de um cont...