quarta-feira, 25 de julho de 2018

Razão

Há homens que matam,
outros que morrem...
Há os que criam guerras,
aniquilam nações...

Há os que produzem misérias,
capitalizam o nome...
Há os que socializam a fome,
mais-valia do pão...

Há os que contaminam as águas,
poluem a atmosfera...
Devastam florestas,
botam cerca na terra...

Há os que estupram o chão,
esgotam as energias naturais...
Vivem para o dinheiro,
perderam a razão...

Salvem nossa mãe,
antes que seja tarde...
Nossa garantia de trabalho,
vida com dignidade...

Autonomia dos povos,
talvez fosse a solução...



Poema de João Crispim Victorio.
Livro: Sobre o Trabalho que Falo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Processo de Formação de Professores  e o Ensino de Química João Crispim Victorio [i]        Tomando por base a existência de um cont...