quarta-feira, 8 de junho de 2016

Máquina
Não tem mais domínio sobre ti
Vive somente para o trabalho
Não curte tua casa
Não conversa com tua mulher
Não brinca com teus filhos
Já não mais pensa
Já não mais dorme
Já não mais sorrir...

Não tem mais vontade própria
É explorado vinte quatro horas
Não é mais de músculos
Não tem mais sangue
Não tem mais estrutura óssea
Já não é mais humano
Já não sente mais prazer
Já não é mais você...

Não tem mais vida
Roubaram teu espírito
Máquina agora é o que é...
Poema de João Crispim Victorio.
Extraído do livro: Sobre o Trabalho que Falo...
08 de Junho de 2016.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coletânea de poesias: Rede de poemas (Cód:10282576) Torquato, Ana Paula; Gilberto Pizarro; Lima, João Rodrigo Gabriel De; João Cr...